Chico Maia

24/06/22 - 14:23

Nestes tempos de surras do Galo no Flamengo, só mesmo a neta Júlia, bem fantasiada, para arrancar um raro e maroto sorriso do Waldívio Marcos de Almeida, que mantém o otimismo e aposta na volta por cima do rubro-negro, dia 13, no Maracanã.
Nestes tempos de surras do Galo no Flamengo, só mesmo a neta Júlia, bem fantasiada, para arrancar um raro e maroto sorriso do Waldívio Marcos de Almeida, que mantém o otimismo e aposta na volta por cima do rubro-negro, dia 13, no Maracanã.

Está bom, mas continua ruim

Ronaldo elogiou esta semana o engajamento da torcida do Cruzeiro, que vem sustentando as contas em dia, mas alertou que a situação fora de campo continua dramática. Mesmo atingindo a marca de 60 mil associados, ele disse: “Todo mundo está contente, logicamente, com a performance em campo. Situação fora de campo é dramática. É o dinheiro do sócio que está deixando em pé, sustentando o clube. Salário em dia e contas do dia a dia. Com esse dinheiro que estamos conseguindo manter o clube em pé.   Situação fora de campo é dramática. Estamos apagando os incêndios, mas tenho certeza que logo, logo vamos conseguir safar das dívidas e conseguir prosperar financeiramente".

 

Outra grande e suada vitória do Galo

Outro grande jogo contra o Flamengo, e como todo clássico desse nível, amarrado em certos momentos e oportunidades de ouro desperdiçadas de lado a lado. A vaga nas quartas de final está aberta e a partida de volta será para quem tem nervos de aço.

O que mais impressiona no Hulk é que ele tem agilidade e velocidade de jogadores franzinos. Com 1,80 de altura, 95 quilos não é normal tanta velocidade e ginga para ganhar na corrida, dar passes e fazer gols como ele faz. Nesta vitória de quarta-feira, por exemplo, recebeu um lançamento aparentemente despretensioso do Mariano, ganhou na corrida dos zagueiros Pablo e Rodrigo Caio, teve frieza para esperar o goleiro Diego Alves chegar bem perto dele e marcou de cobertura, um belíssimo gol.  

Vai ou não vai?

Presente no Mineirão, o auxiliar do Tite na seleção brasileira, Cleber Xavier, disse em entrevista antes do jogo que Hulk, "É um grande atleta, já serviu a Seleção, tem feito grandes jogos, vive mais uma vez um grande ano, e a gente tá observando todos e atentos a todos."

Depois da partida ele deve ter se conscientizado que o Tite cometerá um grande erro se não levar o atacante do Galo para a Copa do Qatar.

 Cabeça erguida

No segundo tempo o Atlético voltou melhor e aos nove minutos outra proeza do Hulk: pegou a bola antes da linha do meio de campo, saiu driblando em alta velocidade até perto da área flamenguista, pelo lado esquerdo. Sempre de cabeça erguida, viu qual companheiro estava entrando pela direita e colocou a bola na cabeça do Ademir, que teve categoria para fazer 2 a 0. Outo belíssimo gol.

Só reclamar, não adianta

O América foi à CBF reclamar de arbitragens suspeitas. Agora é arrumar o ataque. Sem marcar gols, não tem jeito. O presidente Alencar Silveira Jr. fez questão de postar foto durante a visita, com essa legenda: @depalencar "Visita de cortesia ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, junto com o Marcus Salum e o presidente da FMF, Adriano Aro."

Está certo. Este tipo de pressão tem que existir, apesar de raramente melhorar alguma coisa.

Pra valer mesmo, precisa é arrumar o time, especialmente o ataque, que desperdiça oportunidades demais.

imagem

Sucesso ao ex-vereador Marcelo Cooperselta na sua luta por uma cadeira na
Assembleia Legislativa. Foi muito bom secretário de esportes de Sete Lagoas e
está colhendo frutos disso agora, como nessa reunião com lideranças do setor,
em que estiveram quase 200 pessoas.
imagem

Dr. Edson Batista (DIAGMED) e a patroa Kênia Teixeira, felizes demais com o sucesso do filho Lucas Teixeira Batista, que está se graduando em Medicina, este mês. Dr. Lucas já trilha o mesmo caminho do pai, um dos mais conceituados radiologistas de Minas Gerais.

imagem

A simpatia do Antônio e Cláudia, sempre muito elogiados pelos clientes do BooKafé, a excelente cafeteria da Rua Souza Viana, 183, que comemora este mês, 10 anos desucesso em Sete Lagoas.

Ecos do Passado

Há 28 anos, exatamente no dia 17 de julho de 1994, fiz essa foto da Danusa Leão, sentada na tribuna de imprensa antes da final da Copa dos Estados Unidos, quando o Brasil foi tetra sobre a Itália, nos pênaltis, depois de 0 a 0 no tempo normal e prorrogação. Os principais jornais e revistas do país apostaram na popularidade de celebridades de várias áreas para alavancarem leitura e vendas de anúncios. Jornalista, escritora, promoter e gente boa, ela estava lá, como colunista do Jornal do Brasil. Sempre bem humorada e gentil, sob os quase 40 graus de Pasadena/Califórnia. Morreu ontem, 23, aos 82 anos de idade. Que descanse em paz!

imagem

Veja Mais