Prefeitura de Juiz de Fora quer suspender aulas no Colégio Militar

02/09/21 - 13:10

A Prefeitura de Juiz de Fora protocolou, nesta semana, um recurso para a suspensão da decisão liminar que permitiu a retomada das aulas presenciais em modelo híbrido no Colégio Militar de Juiz de Fora (CMJF). O documento foi recebido e distribuído pelo Tribunal Regional Federal da 1º Região, mas ainda não houve decisão sobre o recurso. O Executivo já tinha confirmado que recorreria da decisão monocrática relacionada à retomada das aulas presenciais no Colégio Militar, que ocorreu nesta terça-feira, 31. De acordo com a prefeitura, a autorização para o retorno contraria decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que reconhece a autonomia dos m municípios para estabelecer medidas de combate à pandemia. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Cinco mil buracos tampados
A Secretaria Municipal de Obras Públicas de Ipatinga informou que continua executando as ações de operação tapa-buracos em vias principais e secundárias da cidade. Segundo  os dados do Departamento de Manutenção de Obras Viárias (Demov) os reparos nos locais mais caóticos são feitos por várias equipes, desde o dia 5 de janeiro e, somente nos últimos 50 dias, foram suprimidos 1.480 buracos. Conforme os registros da pasta, até esta quarta-feira, 01, já haviam sido suprimidos cerca de 5 mil buracos em pistas da cidade, com atendimento a 28 bairros. A cada dia são usadas sete toneladas de asfalto na cobertura de pontos críticos da malha viária. (Diário do Aço – Ipatinga)

Prédio da Facit é comprado em leilão
O prédio da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Montes Claros (Facit), localizado na avenida Deputado Esteves Rodrigues foi vendido por R$9.520 milhões, comprado em leilão por um grupo de empresários da área educacional, que pediu para manter a identidade em sigilo. O leilão foi realizado no dia 19, mas somente agora foi divulgado o valor. Os compradores pagarão R$9.070 à Fundação Educacional e o resto ao leiloeiro, que tem direito a 5% pela venda. Isso servirá para pagar a dívida de aproximadamente R$5 milhões com os direitos trabalhistas dos demitidos e mais R$2,4 milhões com a Cooperativa de Crédito da Federação das Indústrias de Minas Gerais, que tinha a propriedade do imóvel, em dívida que existe há dois anos. (Gazeta Norte Mineira -´Montes Claros)

HNSC reduz número de leitos
Desde o início do mês de agosto, o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) reduziu o número de leitos exclusivos para pacientes com covid-19. O hospital conta agora com 20 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 10 leitos clínicos, totalizando 30 leitos exclusivos reservados para pacientes com covid-19. A alteração acontece no momento em que o município de Pará de Minas volta à Onda Verde do Plano Minas Consciente, aliada à diminuição consecutiva de casos na cidade e região. A decisão foi feita em comum acordo com a Secretaria de Saúde Municipal. (Diário Pará de Minas)

Comissões Permanentes analisam projetosCinco Projetos de Lei, relacionados ao tema Meio Ambiente, estão em tramitação nas Comissões Permanentes do Legislativo de Poços de Caldas. As propostas foram debatidas, recentemente, em audiência pública, atendendo ao que determina a Lei Orgânica do Município. Após conclusão dos pareceres, elas serão colocadas em votação durante reunião ordinária. Uma das matérias trata da criação do Plano Diretor de Arborização Urbana (PRL n. 61/2021). De autoria do vereador Lucas Arruda, o Projeto dispõe sobre o conjunto de métodos e medidas adotadas para a preservação, planejamento e gerenciamento da arborização urbana. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas)

Antecipação de segunda dose
Conforme as recomendações do Ministério da Saúde, a partir desta quinta-feira, 02, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) e Setor de Imunização, vai antecipar a data da aplicação de segundas doses para pessoas que tomaram Pfizer e AstraZeneca, em Governador Valadares. Antes, o intervalo para a conclusão do esquema vacinal era de 12 semanas, agora será de 8 semanas. A SMS orienta que todos fiquem atentos ao cartão de vacinas, verifiquem a data da primeira aplicação e, se estiver dentro do prazo, procure uma das unidades que estão fazendo vacinação contra a covid-19. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Secretarias têm novos titulares
A Prefeitura Municipal de Araxá divulgou que foram realizadas mudanças na gestão de duas importantes pastas da Administração Municipal. O major Lemos Eurípedes deixou o cargo de secretário de Segurança Pública, que passa a ser ocupado pelo ex-controlador e auditor fiscal do município, o advogado Daniel Rosa. A Controladoria, que por sua vez é responsável pela fiscalização do Controle Interno da Administração Direta e Indireta, passa a ser administrada pelo advogado Bruno Borges Almeida. (O Planalto – Araxá)

 

COLUNA MG
Rede de Notícias do Sindijori MG
www.sindijorgim.com.br

Veja Mais