Caeté proíbe fogos de artifício

05/06/21 - 08:18

Foi aprovado Pela Câmara de Caeté o projeto de lei da vereadora Sílvia Oliveira que proíbe fogos com estouro em Caeté. O projeto segue agora para sanção do prefeito Lucas Coelho. No Brasil várias capitais e cidades já proibiram fogos com estouro como Araguari, Poços de Caldas, São Paulo, Florianópolis e Campos do Jordão, entre várias outras. Após anos de luta pela proibição dos foguetes, a Sociedade Galdina Protetora dos Animais e da Natureza de Caeté, que sempre foi a favor dos fogos com ruído baixo e efeitos luminosos multicoloridos, postou em suas redes sociais um agradecimento aos vereadores. Jornal Opinião – Caeté)

Câmara homenageia profissionais
A Câmara Municipal de Uberlândia aprovou, durante a última sessão ordinária, a Comenda aos Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem. A proposta da vereadora Gláucia da Saúde foi aprovada durante a segunda votação, com 21 votos favoráveis e quatro ausências. De acordo com o projeto, a comenda será entregue aos profissionais que se destacarem no exercício das atividades. A homenagem deverá ser outorgada em sessão solene e cada parlamentar poderá indicar um profissional da categoria, com até 30 dias da data marcada para a entrega. (Jornal 10 – Uberlândia)

Cidade tem tratamento total
Pedro Teixeira dá mais um passo para se tornar uma das poucas cidades da região a possuir a zona urbana com rede de esgoto completa, desde a coleta nas residências até o tratamento final na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).A obra que teve o seu termo de compromisso assinado em 2014 está perto de ser concluída. Com a obra instalada, a ETE terá capacidade de atender a expansão populacional da região por até 20 anos, segundo estudos técnicos. (Jornal Panorama – Baependi)

Estado reformará o Centro
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) conseguiu na Justiça uma decisão obrigando o Estado de Minas a executar, em até 120 dias, obras de reforma no Centro Socioeducativo São Cosme, em Teófilo Otoni, sob pena de interdição do local, que se destina à execução das medidas de internação provisória e de internação por prazo indeterminado aplicada aos adolescentes autores de atos infracionais. Em 2017, eram, em média, 50 internos no local que tinha capacidade para 30. Mas a última vistoria, feita em 5 de maio deste ano, mostrou que o estabelecimento estava com 29 internos, dentro do limite. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Profissionais são vacinados
Teve início na semana que passou a vacinação dos profissionais da educação. Inicialmente estão sendo vacinados os trabalhadores dos ensinos fundamental da rede municipal de ensino de Caratinga. Também foram vacinados os profissionais da rede particular e estadual dos ensinos fundamental e médio também começarão a ser vacinados. A ação visa preparar os profissionais para o retorno às aulas que acontecerá no modelo de ensino híbrido nas instituições públicas e privadas do município de Caratinga, a partir do dia 14 de junho. (Diário de Caratinga)

Prefeito condenado em Itajubá
O prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves, foi condenado a pagar R$ 5 mil por danos morais à família do ex-vereador Cleber David, que faleceu vítima de covid-19 em março. Junto do ex-prefeito Rodrigo Riera e do atual vice-prefeito e secretário de Saúde, Nilo Baracho, ele é acusado de injúria contra a família do ex-parlamentar. O processo, movido pelo próprio ex-vereador quando ainda era vivo e membro da Câmara Municipal de Itajubá, pedia pagamento de indenização por injúria contra ele e seu filho, João Pedro Cilli David. (Diário de Itajubá)

Poços não adota restritivas
A prefeitura de Poços de Caldas não irá aderir às medidas restritivas recomendadas pelo Programa “Minas Consciente” do governo estadual, comunicadas quinta-feira (3), para não afetar ainda mais o comércio local que já foi plenamente sacrificado este ano. Por isso continuam em vigor as medidas municipais estabelecidas pelo Comitê Extraordinário Covid-19, que continua trabalhando para conter o avanço do coronavírus, adotando medidas de restrição e ampliando a estrutura de atendimento aos moradores da cidade e da região. (Jornal Mantiqueira)

Prefeitura distribui calcário
Um solo fértil produz mais, garante o alimento na mesa do consumidor e o sustento, principalmente, do pequeno produtor rural. É com esse objetivo que a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária de Araxá vai reativar o Projeto Calcário, aprovado pela Câmara Municipal. A iniciativa visa a distribuição de cerca de 10 mil toneladas do insumo, beneficiando até 330 produtores instalados em uma área que supera os três mil hectares. Poderão ser enquadrados no projeto, pequenas propriedades rurais ou áreas arrendadas dentro do município.

COLUNA MG - Rede de Notícias do Sindijori MG
www.sindijorimg.com.br

Veja Mais