Aprendizado

15/08/21 - 07:06

Élida Gontijo

A cada dia em minha vida vejo que o mestre Guimarães Rosa tinha razão: ‘...O que a vida quer da gente é coragem.” Tive a prova concreta na semana passada quando sofri um golpe pelo telefone, um simples telefonema mudou toda a minha estrutura, penso como pode haver pessoas tão cruéis neste mundo, invadem sua intimidade, elaboram um discurso tão convincente que não tem como não cair. Alguns criticam que é um golpe velho demais, acham que estão blindados, tomara que estejam. O cansaço diário fez atrasar minha percepção, só bem mais tarde, na hora de dormir quando resolvi olhar o aplicativo do banco, quase morri de susto, o desespero tomou conta de mim, constatei que havia sido enganada, todo suor do meu trabalho foi levado, uma sensação de vazio, fragilidade , dor, tomaram conta de mim.

Quero esquecer, vai levar um tempo, mas vai passar, precisamos digerir as dores e aprender com elas. Tirei uma lição imensa desse episódio, percebi que o amor sempre vence, rapidamente minhas filhas resolveram fazer uma vakinhaonline para me ajudar, nem sabia de nada já estavam agindo. Em um momento desse o raciocínio some, precisamos ficar quietos tentando fazer o corpo voltar a normalidade. Tudo fica lento, toda energia é sugada, leva tempo para fazer qualquer coisa. Diante do vazio, da impotência percebi como sou amada, sabia que tinha muitos amigos, mas não sabia que eram tantos, meu Deus como não emocionar com tanto carinho, não só ajuda financeira, mas todas formas de apoio: um telefonema, um aúdio, uma mensagem, meu coração ia sendo massageado a cada afago recebido. As sementes que plantei em toda minha vida brotaram de uma vez, vi flores nascerem na pedra, a água , adubo foram a amizade , a fé.

Todos que convivem comigo sabem como sou grata e agora mais ainda, já agradeci a Deus por ser cercada de tanto amor, alguns agradeci por mensagens, telefonemas, mas outros não conheço , são amigos dos meus amigos que solidarizaram. Mandei celebrar uma missa em ação de graças para que Deus proteja a cada um e nunca deixe faltar o amor, a fé, o sustento. Fiquei encantada com o carinho de tantos alunos  que passaram por minhas salas de aulas e hoje profissionais no mercado de trabalho resolveram ajudar a tia Élida , como sempre me chamavam e chamam até hoje .Parentes de diversos lugares, colegas de trabalho, pessoas que trabalharam comigo há muitos anos, mas a corrente do bem venceu.

imagem

Sei que não recuperarei todo prejuízo, mas estou em paz, sentindo tão amada e isso me encorajou a prosseguir. Se o banco der um não para minha contestação, terei o sim dos amigos, da solidariedade, do amor. Encerro meu texto agradecendo e afirmando: na fé e no amor, sempre venceremos. Gratidão meu Deus, gratidão amados, amadas do meu coração.

Élida Gontijo- agosto 2021.