Mudanças no comando são um bom indicador de que o Cruzeiro pode estar tomando um rumo certo

05/10/21 - 10:48

Chico Maia

Vanderlei Luxemburgo conversou com aquele que põe dinheiro e vem segurando a barra do Cruzeiro. Depois do encontro com Pedrinho Lourenço era um outro Vanderlei. Animado, falando na continuidade do trabalho em 2022, cheio de planos. No dia seguinte, o clube anunciou a saída do diretor de futebol Rodrigo Pastana, que não justificou a contratação. Já chegou pressionado pela situação interna e atacado pelo técnico Argel Fucks, com quem trabalhara no CSA, que o acusava de “esquemas” com empresários de jogadores.

Pelos movimentos dos últimos dias a diretoria e comissão técnica se deram conta de que o time permanecerá na Série B e que não adianta salgar “carne podre”. O negócio é pensar na próxima temporada e o acesso para 2023. Agora é ocupar a melhor possível no atual campeonato e já ir montando o grupo de 2022. O próprio treinador falou sobre isso e lembrou que agiu assim em 2002, montando o grande time que conquistou o título Brasileiro de 2003.

A qualquer momento será anunciado o nome do novo diretor de futebol, que poderá ser o Alexandre Matos, de competência reconhecida. Com carta branca do Pedrinho, Matos e Luxemburgo certamente montarão um grupo forte para até ser campeão da Série B do ano que vem, sem risco de ficar mais um ano na fila.

Veja mais em http://blog.chicomaia.com.br/

Veja Mais